Linha de Pesquisa

O Programa de Pós-Graduação Medicina Veterinária no Meio Ambiente Litorâneo, nível Mestrado Acadêmico, exerce papel relevante na formação de egressos munidos de competências para que possam atuar como agentes na formulação de ações de políticas públicas e educacionais, de sustentabilidade e de consciência ambiental nas vertentes de saúde animal e sua sólida interface com a saúde pública, de produção animal e da conservação do meio ambiente, guiados, sobretudo, pelos conceitos de “Saúde Única”. Busca prover, em seu cerne, os atributos requeridos para a docência e para a pesquisa.

Suas linhas de pesquisa visam retratar as consequências das ações de um passado de exploração regional, identificar a real situação sanitária do presente e tecer ações para o aprimoramento da produção e melhoria da saúde com aplicações para o futuro, especialmente em regiões similares.

Deste modo, estuda as condições de saúde e produção das diferentes populações animais urbanas, rurais, aquáticas e silvícolas da região litorânea, à luz de suas características edafoclimáticas e socioeconômicas, situando-as no contexto de saúde da população humana, bem como as consequências da industrialização regional na preservação das áreas terrestres e marinhas do meio ambiente litorâneo.

Linhas de pesquisa:

PECULIARIDADES DAS ENFERMIDADES DE ANIMAIS NO MEIO AMBIENTE LITORÂNEO

Descrição:
O bioma litorâneo abrange uma diversidade sociobiológica peculiar e, neste aspecto, o Médico Veterinário nele inserido tem atuação primordial na manutenção da saúde animal e humana. Seu ambiente urbano apresenta atributos comuns a cidades não litorâneas, mas possui, também, características especiais quando predominam situações de veraneio. Em tais ocasiões, a demanda de serviços veterinários, além de maior, é diversa. Além disso, animais transitórios, oriundos de diferentes regiões, podem interferir na condição sanitária da população local, inclusive a humana. Por sua vez, o ambiente litorâneo também compreende propriedades rurais com populações de diferentes espécies animais, terrestres e aquáticas, e fauna silvestre singular.

Deste modo, nesta linha de pesquisa busca-se um retrato do presente com a constatação da realidade referente às condições de saúde das populações animais no meio ambiente litorâneo.

Para tal, são desenvolvidos projetos em que a temática permeie a identificação de características relacionadas às enfermidades dos animais, suas particularidades relativas à diversidade e, em especial, aos aspectos sazonais, do bioma litorâneo e sua influência na manutenção da saúde humana.

Projetos de pesquisa vinculados:
Aspectos clínicos característicos envolvidos na avaliação diagnóstica, terapêutica e profilática de enfermidades de animais domésticos na região litorânea do Estado de São Paulo.

Aspectos epidemiológicos de enfermidades infectocontagiosas de animais domésticos no meio ambiente litorâneo.

Estudo da etiopatogenia das principais enfermidades de animais no meio ambiente litorâneo.

Estudo das características reprodutivas de animais domésticos e silvestres e de rebanhos de produção situados no Meio Ambiente Litorâneo.

Particularidades diagnósticas, laboratoriais e terapêuticas de enfermidades de animais no bioma litorâneo.

CONSEQUÊNCIAS DA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA E INDUSTRIAL NO MEIO AMBIENTE LITORÂNEO
Descrição:
Além de contar com o parque industrial de Cubatão, importante polo siderúrgico em escala regional, e com o Complexo Portuário de Santos, a Região Metropolitana da Baixada Santista, apresenta atividades de suporte ao comércio de exportação, originadas pela proximidade do porto. A região destaca-se na exploração do ambiente marinho, com a produção e exportação de pescado, bem como por ser, em suas extensas áreas de preservação ambiental, reservatório de importantes espécimes de fauna e flora. No entanto, a exploração industrial e as atividades portuárias vêm contribuindo para a disseminação de contaminantes que conduzem à degradação deste bioma. Da mesma forma, a intensa ocupação populacional da planície costeira que, no decorrer dos anos, aumentou gradativamente em direção às escarpas, morros e áreas de mangue, vem acelerando os processos erosivos e de ocupação irregular da Mata Atlântica, comprometendo a conservação deste bioma.

Deste modo, nesta linha de pesquisa busca-se um retrato das consequências das ações do passado na realidade do meio ambiente litorâneo.

Para tal, são desenvolvidos projetos que busquem a detecção de contaminantes decorrentes da ocupação populacional, industrial e portuária, bem como seu monitoramento, e a identificação dos consequentes danos à saúde das populações animais aquáticas e terrestres.

Projetos de pesquisa vinculados:
Cadeia produtiva de alimentos e suas particularidades no meio ambiente litorâneo
Estudos anatômicos, morfológicos e ultraestruturais para caracterização e detecção de anomalias dos tecidos de vertebrados e invertebrados no Meio Ambiente litorâneo

DESAFIOS DA PRODUÇÃO ANIMAL NO MEIO AMBIENTE LITORÂNEO
Descrição:
Gerar tecnologia e conhecimento para o setor produtivo, levando a ganhos na eficiência de produção, agregando valores à comercialização dos produtos e promovendo o desenvolvimento do agronegócio com preservação ambiental e responsabilidade social, são demandas conscientes da sociedade em que é imperativa a atuação do Médico Veterinário. Neste aspecto, o ambiente litorâneo envolve criações animais diversificadas, quer voltadas à produção de alimentos e utilização adequada dos recursos pesqueiros, quer focadas na reprodução e criação de animais de companhia.

Deste modo, nesta linha de pesquisa buscam-se ações para um futuro. Próximo e longínquo. Bem como suas aplicações em ambientes similares.

Para tal, são desenvolvidos projetos em que a temática permeie o aprimoramento tecnológico para fomentar o agronegócio, focado na conservação ambiental, na sustentabilidade e na segurança alimentar, e estimular o empreendedorismo, com o aperfeiçoamento de processos produtivos capazes de gerar renda e promover a inclusão social, nas condições edafoclimáticas do bioma litorâneo.

Projetos de pesquisa vinculados:
Características fisiológicas, sanitárias, criatórias e produtivas de equídeos criados no meio ambiente litorâneo.

Enfermidades de Animais Ruminantes no Meio Ambiente Litorâneo – Aspectos Epidemiológicos, Patológicos, Terapêuticos e Preventivos e Impactos na Produção.

Técnicas Criatórias de Organismos Aquáticos